segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Tuas mãos

Vem e toma em tuas mãos o que te pertence,
Meu amor e o teu amor; nosso amor tudo suporta
E tudo vence. E por mais que eu pense;
A dor de estar sozinho sem querer, traz a lembrança
Do teu carinho, vontade de estar junto de ti,
E simplesmente não poder.

Não, não me deixes assim ficar;
Abre a porta do teu coração...
Já habitas em em meu peito; onde guardo teu olhar... teu olhar!
Teus olhos nos meus... sabes que sou teu! Deixa eu entrar.
Mesmo que estejas longe, te trago lá dentro, te amo.
E tens razão... posso não te amar direito;
Posso.. não sou perfeito, mas te pertenço; me tens por inteiro...
E tens de mim todo e o meu melhor amor!

Profundo... verdadeiro, puro!
Todo aquele que há nesse mundo; meu amor.. tu és meu tudo!
E ele é teu; meu sentimento maior.
Sei que não existem palavras para demonstrar...
Te mostrar aquilo que verdadeiramente eu sinto;
Me deixa então simplesmente... somente te amar?


falling boy ...

domingo, 19 de outubro de 2008

Final de semana...

My last sight, my last memory was,
To see you standing right at the door, looking at me,
Looking at me to see me going,
Waving me good bye. And I already miss you.
While all of me, like in the eternity,
Feeling those feelings.. complexity...
Just as the wind blowing... the water flowing;
I would like to be with you,
What's eternal I know lasts for long,
Be with you, and stay along!

falling boy...<...>