domingo, 23 de novembro de 2008

Adormeço

Aqui eu me deito e sinto,
Tua presença em meu leito,
E mesmo calado te guardo,
Junto a mim, em meu peito.

Me sinto seguro ao teu lado,
Posso ser o mar em tormento,
A brisa do outono.. o orvalho.
Ter a certeza desse sentimento.

Infinito que em mim não cabe,
Que vem como uma onda,
E me invade,
Toma conta de meu ser.

Sou tudo o que minha alma pode tocar,
E depois que tudo se for,
Serei aquilo que permanece,
Vendo a pureza e a ternura do teu olhar.

O mais lindo em sua essência,
Minhas forças regenera,
E eu sei... que a dor de tua ausência,
Vale cada minuto à tua espera.

Me sinto um pedaço de Deus,
Quando estou frente aos olhos teus,
Meu corpo inteiro arde em desejo,
Pensando em teu corpo e em teu beijo.

O céu azul tem em si,
A imensidão do meu amor,
E traz consigo a paz,
Desse sentimento forte.. que nada desfaz.

Então finalmente adormeço,
E te vejo comigo em meu sonho,
Cada encontro é como se fosse,
Como um novo dia e um novo recomeço,

Contigo me sinto eterno.


>>>f.a.l.l.i.n.g.b.o.y<<< \0/\0/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!