quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Através da minha porta...

Posso tocar a vida...
Através da minha porta,
Mas isso pouco importa,
Mais vale o que eu sinto.

Flui em minha alma o bem,
Sou verdadeiramente alguém;
Que não se esquece e se dá conta,
Das coisas que já sabia.

Do pouco que me aparece,
Até onde a vista alcança,
O que eu vejo é esperança!
Posso ver a luz do dia.

Em meu caminho de ida,
Esse que eu chamo a vida,
Sinto cheiro de jasmins,
Caminhando entre lembranças... e jardins!

Fecho os olhos e então lá dentro,
O que vejo são imagens,
Dos nossos momentos, felizes momentos,
Todos em lindas miragens.

Através da minha porta,
Aberta, e livre dos meus medos,
Eu posso tocar a vida, sem volta,
Ao longe, com meus próprios dedos.

falling boy!!!! :)(:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!