segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Sopra o vento

Emana o sol,
Sopra o vento,
Que transpassa meu corpo.

Sigo adiante meus passos,
Me segue minha própria sombra,
Que transpassa meu corpo.

Poetas são as rosas,
Ao longo do caminho,
Que simplesmente passa.

Libertos da opressão,
Livres na expressão,
Que simplesmente passa.

Como as novas estações,
Trazem novas emoções,
Profundas como um rio.

Águas claras correm,
Com a sede e os anseios do espírito,
Profundas como um rio.

Trazem à tona lembranças,
Traduzem todas esperanças,
Que moram em em meu pensamento.

Lindas são as flores,
Emoções em forma de cores,
Que moram em em meu pensamento.

Livres são os pássaros que podem voar,
Aqueles que com sua luz podem brilhar,
Quero ser livre com minhas palavras.

A paz conquistada,
Mora em nossos corações,
Onde eu tenho e tu tens tua morada.


...f..a..l..l..i..n..g......b..o..y... z0/\0z

Um comentário:

  1. Amigo...
    Lindo...
    Lindo...
    Lindo...
    Outras palavras existem, mas não as uso, pois disseste tudo...

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário!!