segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Benção

Morro para as velhas coisas,
E renasço de novo;
Envolto na escuridão sou a luz,
Tenho a memória de tudo o que é bom,
Guardo no peito minha própria certeza,
E lembro das coisas passadas... passadas,
Me olho no espelho... e olho em meus olhos.

Esqueço das tristezas e sou o perdão, amigo,
As desilusões passam, resta a esperança,
Resta a alegria... mesmo com as incertezas, inacabadas,
Me torno criança forte e indefesa,
E nesse momento... eu sigo,
Eu vejo o reflexo dos meus próprios sonhos,
E sei o que guardo... aqui dentro, contigo.

f.a.l.l.i.n.g.b.o.y

Um comentário:

  1. Nascer, renascer... tema bastante comum pra nós dois não é?! bom que esteja renascendo amigo...

    lembre de trazer teus bons valores de vidas anteriores...

    abraços

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário!!