terça-feira, 2 de junho de 2009

Ainda

Ainda que eu esteja andando a esmo,
Todos os lugares...
Únicos, especiais, singulares,
Levam pra dentro de mim mesmo.

Sentindo o calor e a cor da primavera,
A natureza em seu esplendor,
Tão mansa, tão bela,
E o tempo amigo... que nunca espera.

Também o calor da vida e o aconchego,
No frio do inverno...
Quando perto de ti eu chego,
Sinto amor em meu peito terno.

Vejo a ternura,
A beleza de Deus, pura, e seu carinho,
E mesmo na agrura da solidão,
Vou seguindo meu caminho.


falling boy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!