terça-feira, 1 de setembro de 2009

O Bairro

Continuar,
No ar,
Equilibrado?
Saltar para cima ou para baixo?

Grandes maçãs. Laranjeiras,
Laranjas ou macieiras?

Como era deselegante não ver nada,
Com tantas coisas para serem vistas,
Estar à janela e nada lembrar.

As pontes... indiferentes,
Que com seus saltos,
Não chegam ao outro lado!

Cidade que não toca o solo.
Idéias,
Aborrecimentos diferentes,
Viver ou pensar ao mesmo tempo?

No meu caso, como é fácil verificar,
Optei por viver!
Mas não julguem que não penso.
Penso sem ninguém vigiar.

Contemplo fascinado,
Minha própria ausência,
Sem nada ver, nada escutar...

fall!ng.b0y

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!