terça-feira, 3 de novembro de 2009

Viagem (Roubada) de final de semana...

O que dizer de um pobre, metido, fazendo ponto na frente de um supermercado?
Um bêbado perdido que perdeu a chave e o rumo de casa?
Um excêntrico buscando inspiração em compras e sacolas alheias?
Uma puta fazendo esquina em um lugar inusitado, ou um novo indigente procurando um lugar 'cool' para dormir?
Boa vontade não possui limites, certo?
Até parece, ser bonzinho cansa até os mais dispostos.
Ser deixado esperando não é uma coisa que se faça com qualquer pobre mortal que seja.
Após duas horas cantando sem parar com a Shakira no mp3 player 'Um Poema para Cavalos', uma mulher elegante e blasé chega até mim e diz:
- Cansado de esperar, querido?
E eu:
- Não... imagina, tentando ser obtuso, simpático e disfarçado ao mesmo tempo.
Tarefa difícil.
Na hora eu estava me sentido ótimo. Sintam o sarcasmo desse parágrafo.
Vontade de pegar a rainha da cocada preta pelo pescoço ou sair correndo e gritando pega ladrão.
Melhor não precisar nunca na vida de favores alheios para não soarem como obrigação; tenho medo desse tipo de dívidas.
Ou seja, isso sempre custa caro para quem é menos favorecido.
Ela dizia:
- Precisas aprender muito na vida.
Pensava eu:
- Coitada, do alto de toda sua experiência e de seus longos vinte anos de idade, recém acordando pra vida, ou ao menos achando que está. Engano.
Ai de mim se pudessem ler meus pensamentos...
Se mulheres antipáticas pudessem ser comparadas a animais elas seriam umas vacas, isso sim.
Existem certas coisas que mesmo sem explicação a gente entende.
Idiotices e esquisitices e promessas de isolamento feminino eterno à parte; voltamos no próximo capítulo com nossa programação normal.



fall!ng -=- b\o/y

Um comentário:

  1. Momento "texto" me faz lembrar porque éramos bem mais gêmeos do que aqueles dois gêmeos ¬¬'

    Surpreendentemente Batt-Goroncy!

    "E deixe que as gotas de veneno pinguem pelo seu queixo e o filete de sangue escorra por detrás de sua nuca, arrodeando o pescoço e encontrando o meio dos seus seios fartos e enfadonhos como teu sorriso... vaca!"

    Abraços Will Goroncy

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário!!