terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Azul

Quero um espaço,
No espaço,
Azul do corpo,
Vida,
Caminho de flores,
Rumo ao alto,
Subindo passos de escada.

Sou um espaço,
Sonho no vertical do céu,
Cheio do vazio,
Que se preenche em mim...
De amor e enfim,
Do nada.

Sou plenitude!



falling.b0y

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Tudo o que é bom

Como pode ser as vezes a vida?
Como pode ser as vezes o amor?
Como pode ser nosso futuro?
Como saber?
Como sentir?
Como escolher?
Se tudo é sempre ilusão,

Caminhamos,
Rumo a imensidão do vazio,
Página em branco...
A liberdade!
E tudo o que é bom,
Quando passa,
Acaba deixando seu único e melhor valor,
Somente o que resta...
A saudade.



f@ll!nG..b0Y

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Dramas do teu rosto

A distância,
Não conhece os dramas de teu rosto,
Às vezes triste, talvez alegre, ou abatido.
Imperfeito.
O que pode ofertar além do brilho no olhar?
A sinceridade, sozinha, de um sorriso?
Dependente de alguma mostra alheia de amor ou sentido...
É significado,
De nossa inquietude, buscando ser alguém completo?
Ou nossa indignação, por ser alguém restrito?



falling.boy

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Far without fear...

Your lips, in my mouth
In my mouth, your kiss.
Whispers... in your ear,
Going far, without fear.

...



F.A.L.L.I.N.G. b0Y

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Lava

Medo líquido,
Se tranforma em lágrima,
Água que lava o rosto,
Mas purifica e limpa...
Nossa alma.


falling¬¬boY

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Além enquanto dure

Água,
Vôo de nuvem,
Sede de chuva,
Transparente,
São as gotas que caem ao chão.

E voltam ao céu,
Sem nenhum rastro,
Como um pássaro?
E algo a que tudo cure.
Me quero água pura,
Eterna, e além enquanto dure.
...


fallinG*B0Y

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Preocupações...

Queria que a solução das coisas não fosse,
Obra do destino,
Obra do acaso.

Aquilo que nos move é a paixão, o amor tremendo!!
Queria sim ser alheio às decepções,
À raiva que, por vezes, não entendo.

E o meu mundo é você... pobre de mim se não fosse,
E por mais que penses que não!
Tornas ele melhor, feliz, mais doce.



fall!ng * b0y


(finally back writing here...\0/)

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Bromélias

Avise se puder nossos amigos que eu não vou mudar,
Em todos os lugares que você estiver eu vou estar,
Perto de você, eu não pude ficar,
Tente não me esquecer...
Eu vou tentar sempre te amar.

By: Bidê ou Balde


Continuo sempre o mesmo, e eu te amo de todo meu coração. Meu amor é pra sempre.

(falling.boy)

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Juntos

Pensei que fôssemos invencíveis.
Mas se ficamos juntos,
não é porque esquecemos
o que fizemos um ao outro,
e sim porque perdoamos!


falling...boy

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Honey

Honey,
Help me,
I'm trying to find a place I belong.
The child is gone.

By Fiona Apple


FALLING BOY

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Desabafando...

Todos sabemos quando não se pode cruzar a estrada, ir além do permitido, do aceitável, dessa linha invisível que teima em dizer onde está e nos convida traiçoeiramente a buscá-la.
Atos impensados, inaceitáveis acontecem,e acontecem somente para a tristeza e o arrependimento que vem depois, a culpa.
Jamais fui perfeito, já fui e ainda me sinto em certos momentos inseguro, frustrado. Por besteiras, por imaginar coisas que sequer existem... e quando isso envolve sentimentos...como isso dói.
Apesar de tudo, jamais deixei de ser quem sempre fui, um homem bom.
Aquele que sempre amou incondicionalmente desde o primeiro instante.
E que apesar de tudo relevou as surpresas do caminho, mesmo elas sendo não tão agradáveis, e seguiu adiante. Hoje eu vejo que isso não tem mais a importância que tinha, no momento em que aconteceu. Os valores mudam, e por mais que se diga que as coisas não se esquecem, uma hora elas passam.
As vezes me pergunto o porquê dessa teima em ficar buscando o passado, se pra mim ele foi tão sofrido.
Escrever um desabafo não está sendo fácil, me sinto desde então como se estivesse morrendo por dentro.
O meu coração ferido, em pedaços, magoado, pequeno, desamparado. O pior de tudo é saber que eu causei isso a alguém.
Quando o coração leva um baque é difícil levantar, mas não impossível. Eu acredito imensamente nisso, eu sei que a vida é assim.
No fundo acho que gostaria de ajuda, mas nem eu entendo isso. Procuro entender as razões mas não consigo... no fundo elas não existem. Jamais existiram.
O que houve foi a insegurança e o medo, transformados em um ato covarde e estúpido, desnecessário. Mas e agora, o que eu faço comigo?
Não quero me sentir culpado eternamente, como se fosse a pior pessoa da face da terra, se bem que as vezes isso pode ser verdade. Por outro lado, que bom que a culpa não dura pra sempre.
Mas eu não acredito, nunca vou acreditar nisso. Prefiro pensar que essas coisas acontecem pra chacoalhar a gente e nos mostrar realmente qual é o nosso lugar. De verdade.
O arrependimento e as lágrimas curam, tenho certeza que sim. Mas o que cura ainda mais é o perdão.
Uma pena que eu não seja tão bom quanto as vezes gostaria, ser assim todo o tempo é impossível. Teoria abstrata.
Ninguém neste mundo é perfeito. E que bom que eu também não seja.
Eu sei que certas atitudes não se esquecem.
Do fundo do meu coração continuo sofrendo muito pelo meu erro, somente rezo e peço a Deus que tudo isso passe, e que o tempo ao seu tempo se encarregue de curar qualquer mágoa que houver, e que como muitos dizem e repetem, feche as feridas. E que tudo isso se transforme em passado, bom pra ser esquecido.
Eu não quero machucar ninguém, não quis, quem dera pudesse voltar atrás e consertar as besteiras que fiz.
Só quero ter de volta a pessoa que eu amo. É isso o que eu mais quero nessa vida.
Tudo o que eu não quero novamente, agora, é a solidão.



FALLING BOY

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Voz

Por que voas em silêncio?
Em vão, se não sabes onde ir,
Não sabes a direção?
Tua voz é certeza,
Daqueles que mesmo digam,
Ninguém verdadeiramente os ouve.






falling-boY

terça-feira, 22 de junho de 2010

Mesmo

Daqui em diante,
Buscarei ser o melhor que puder ser,
Em tudo o que puder fazer,
Pois é assim que tudo vai...
Mesmo que não entenda,
A vida tem seus caminhos,
Tudo muda num piscar de olhos,
Para melhor.

falilng.boy

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cycle - Recycle

Uma vez que pensas,
Ser o melhor, ser essencial...
Nada lhe escapa,
Vem a vida e surpreende com tudo,
O que jamais esperas.

Quando tudo parece perdido e sem volta,
Existe sempre a esperança,
A dor da perda, ruptura,
Desespero,
E o recomeço.


"Tentando fazer tudo soar o menos traumático possível... por isso é tão bom escrever".


fall!ng.....bOy

sexta-feira, 11 de junho de 2010

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Falha

A justiça falha,
E a injustiça é cega...
Pessoas incompreensíveis,
Tentando mostrar superioridade,
Mesmo que isso no fundo,
Não seja, não signifique nada.


"A petulância me enoja..."



falling!boy

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Chuva

Chuva,
Lágrimas do céu que,
Se transformam em alegria,
Pensando em tua chegada.



Falling!bOY

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Imenso

Sou um imenso nada,
Cada vez mais imerso no infinito,
Mergulhado na solidão,
Queria ser mais.

Mas por vezes,
Isto não se pode alcançar.





falling.boy

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Transgressão

Sintaxe,
Transgressão de vírgulas,
Fuga e seu ápice,
Objeto direto,
Sinapse...

Verborragia de nada, hemorragia palavra.




falling.boy

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Sonhar

A solidão é inevitável,
A tristeza, é inevitável,
O que nos torna infelizes,
É ver a felicidade dos outros,
Ser um ninguém em busca de algo,
Que não se pode alcançar,
No entanto, ainda se pode sonhar.


falling.boY

terça-feira, 20 de abril de 2010

Mesmo Assim...

Mesmo assim...
Sinto tristeza,
Sinto solidão,
Mas isso é segredo!
Tenho medo.


Então lágrimas caem de meu rosto,
Lembrando aquilo que fui.
Tudo não tem mais gosto,
Água triste, abandono,
Transparente,
Como um rio que flui.


fa.lling..boy

terça-feira, 6 de abril de 2010

Morte

Obrigado morte,
Pela oportunidade de renascer,
Para mais um dia aqui viver,
Obrigado sorte.


falling.boy

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Sinto, não minto...

Sinto,
Cada vez mais,
A dificuldade de amar,
Perderes o sentido do amor,
E que me deixas, aos poucos.

Queria ter a certeza,
De ser único,
Não apenas mais um,
Sem sentido e significado,
Algum.


falling.boy

terça-feira, 30 de março de 2010

In and Out

Máquina do teatro,
Inconsciente,
Safada,
Rainha do sexo.

Velho exercício,
Horizontal,
Pesadelo, amor,
The old in and out.


fall!nG.Boy

segunda-feira, 22 de março de 2010

Basta

As decepções vem,
Basta a força de vencê-las,
Cansaço da vida,
Quem não o tem?



falling.boy

terça-feira, 9 de março de 2010

Precisar

Eu queria ter qualquer coisa,
Que me permitisse não precisar de ninguém,
Não depender de ninguém,
Até nem mesmo de mim,
Afinal no fim das contas todos sabem,
A vida é sempre assim.





fallling.boy

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Quem

Tempo desperdiçado,
De quem, imóvel, olha através da vida.

Olhar amordaçado,
Amor,
Numa tarde de domingo.

Esperando o tempo amigo,
Passar sem razão...
Esperando alguém estar...
Ao seu lado e em seu coração.



f.A.l.L.i.N.g # b.O.y.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Brega Chic

Música breganeja,
Depressiva, psicodélica,
Qualidade expressiva estratosférica.


Angst and loneliness... turn into self peace and happiness when you feel fine...





fall!nG.BoY

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Queen of Hearts

Espero não me tornar amargo,
Tempo... nunca esperas.
Dias cinza são inevitáveis,
E o que és, ou o que eras.


falling...bOy!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Cinza

Quando o dia está cinza,
Nos tornamos cinza também nós,
Mesmo sem saber.

A tristeza invade a alma,
Estando juntos, estamos sós,
E mesmo assim vamos viver?




falling%boY

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Maré

Te tornas aquilo que pensas,
Quebras teu coração pensando no futuro,
Naquilo que virá a ser,
O que poderá acontecer,
Tudo é incerteza.

Remas contra a maré,
Rebelde sem causa,
Esmurras a ponta da faca,
Gritas de dor,
Agonia.

Até quando chega o momento...
O tão derradeiro dia,
Teus gritos não servem de nada,
Pois tudo o que almejas é nada,
Teu futuro é sem futuro,
Hipocrisia.




FALLING...BOy


"Salutations from Bucicleide Wonder."

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Coisas Simples

Como as coisas mais simples,
A dor de sofrer é muitas vezes,
A única alternativa...
Dor do corpo, dor da alma,
Para quem a bondade semeia.
Alivia todos medos,
Como uma onda que passa,
Deixando vestígios na areia.



fall!Ng.bOy

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Círculo Eterno

Circulo interminável do tempo,
Um eterno recomeço,
Que me enche de amor e esperança,
Enquanto rumo ao sonhado futuro, envelheço.


fall!ng-bºY


" I love myself deeply, and I wanna cry."