quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Maré

Te tornas aquilo que pensas,
Quebras teu coração pensando no futuro,
Naquilo que virá a ser,
O que poderá acontecer,
Tudo é incerteza.

Remas contra a maré,
Rebelde sem causa,
Esmurras a ponta da faca,
Gritas de dor,
Agonia.

Até quando chega o momento...
O tão derradeiro dia,
Teus gritos não servem de nada,
Pois tudo o que almejas é nada,
Teu futuro é sem futuro,
Hipocrisia.




FALLING...BOy


"Salutations from Bucicleide Wonder."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!