segunda-feira, 15 de julho de 2013

Mãos Sujas

Vícios,
Nada vem à cabeça,
Mananciais infindos de insensatez,
Falsa tranquilidade.

Decisões,
Entre coisas que nada valem,
Nada servem,
Nada veem.

Procurar a prisão que é a liberdade,
Pensar teorias inúteis em direção ao infinito,
Onde jazem metástases belicosas de raiva,
Que insistem em transformar.

Sinto temor, e me atiro,
Por ver a beleza,
De tudo quebrado ao meu redor,
Com meus olhos fechados. 

Atropelei a humildade,
Adquiri com a vida, 
Nojos de falsidade,
Imensa mente perceptível da catástrofe nebulosa.

Revoltosa,
Em tudo o que está,
E também não está,
Em minha cabeça que teima, 
Em não parar.

Só meus olhos é que sabem ver,
Minhas mãos sujas e cansadas,
De tentar agarrar as compreensões,
Que fogem sem deixar rastros.



" I'm gonna jump on a crater, see you later...!"

Para ler ouvindo - B-52's - Lava




F@ll!ng.b0y

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!